A nova coleção de Carolina Herrera é inspirada no colorido folclore mexicano


post-title

O México é uma fonte inesgotável de inspiração graças às suas belas e coloridas cenas, e é por isso que Wes Gordon, diretor criativo de Carolina Herrera, decidiu fazer uma coleção de roupas alegres e vivas que refletem a alma do país latino-americano.

Resort 2020 É o resultado da influência do México no mundo da moda em que a marca combinou estampas ecléticas e silhuetas inovadoras para refletir a alegria de viver e a energia vibrante das mulheres mexicanas.

Além disso, a marca criou uma lista de reprodução no Spotify para complementar a roupa e criar o ambiente perfeito para uma festa latina. Contém artistas como Los Polares, Yetis, Plastilina Mosh e Celia Cruz.



Inspirada nas festas latinas, a coleção Resort 2020 é uma mistura animada de cores fortes e energia vibrante que se inspira na Carolina Herrera de 1970. Abraçando esse conceito, nossa playlist é uma coleção de rock psicodélico latino-americano. Do estilo brasileiro de Os Mutantes, para Durango (México) com Los Dug Dugs. É o tipo de música que te inspira a surfar na Costa Rica antes de fazer uma parada na colorida Cartagena.

Apesar de sua beleza, a coleção causou alvoroço entre os usuários das redes sociais que acusam a marca de apropriação cultural e pedem para legislar a proteção do patrimônio cultural como um direito coletivo, além do benefício econômico, e para reconhecer o patrimônio cultural. trabalho e autoria de povos e comunidades indígenas.



Carolina Herrera não é a primeira marca a ser acusada de plágio. Em 2018, Michael Kors apresentou um moletom masculino em seu show de primavera, cuja inspiração foi o design artesanal de uma típica peça folclórica mexicana conhecida como jargão O incômodo aumentou quando se soube que o preço do suéter de marca era de 20 mil pesos, quando no México era vendido por cerca de 200 pesos.

Embora a inspiração seja evidente, segundo algumas organizações é impossível regulamentar a situação, uma vez que os desenhos não são registrados pelas comunidades indígenas e, além disso, o fato de ser uma arte coletiva e não individual dificulta sua proteção.

Perfume Beyonce Heat Feminino (Abril 2020)


Top