Colegas de trabalho tóxicos, mais prejudiciais do que um mau chefe


post-title

Um trabalho deve crescer tanto pessoal como profissionalmente. Mas o que acontece quando, em vez de bem-estar, se torna um pesadelo?

Isso pode acontecer devido a diferentes situações: não estar confortável com o que é feito, um chefe que, em vez de ser um líder, se torna um executor ou um companheiro tóxico, a principal causa para gerar um ambiente de trabalho negativo.

Cientistas da Universidade de Tel Aviv rastrearam 820 trabalhadores entre 25 e 65 anos por duas décadas. Tudo começou no ano de 1988 com um exame médico e algumas perguntas sobre seus colegas de trabalho. O experimento mostrou que a principal fonte de estresse para os funcionários era a falta de empatia com os colegas, bem como a competição insana e fofoca no escritório.



As pessoas de meia-idade que não sentiam ou não tinham o apoio de seus pares eram mais propensas a morrer do que aquelas que conseguiam se juntar a seus pares.

Essa análise não é a única a provar que um ambiente de trabalho ruim entre os pares é a principal causa do estresse. Um estudo conduzido pela plataforma de recrutamento TINUpulse o apoia.

Foram pesquisados ​​40 mil profissionais anônimos e concluiu-se que a felicidade de um funcionário é 23,3% mais relacionada a seus colegas do que a seu chefe. Da mesma forma, 62 por cento dos participantes disseram que seus colegas de trabalho foram os que causaram mais estresse do que seu próprio líder.



COMO LIDAR COM PESSOAS DIFÍCEIS NO TRABALHO | CANAL DO COACHING (Janeiro 2020)


Top